Bomba DIP

A eliminação de poço úmido em bombeamento em linha.

     O DIP System Pump (Direct In-line Pump System ou Booster de esgoto), significa Sistema de Bombeamento em Linha - bomba em linha para esgoto. O nome atribuído a este sistema justifica-se pelo fato das bombas que o constituem, fazerem o recalque das águas residuais, diretamente a partir da rede de chegada em gravidade, desde que seja detectado um nível mínimo, passível de definição, na tubulação de entrada da bomba.

     O Sistema de Bombeamento em Linha elimina os inconvenientes relacionados a:

 

 

Descrição Geral



     O Sistema de Bombeamento em Linha é dotado de um sensor estático situado na tubulação de chegada do efluente, o qual regula o processo de bombeamento. As bombas são comandadas através de um variador individual de frequência (controlador), adaptando-se assim o seu funcionamento ao efluente que chega a cada instante, não sendo um sistema do tipo “tudo ou nada”.

 

Um Conceito Completo


     O modo de concepção deste Sistema de Bombeamento em Linha permite a mistura das águas residuais com ar da rede de chegada, conferindo-lhe uma velocidade necessária de modo a ser enviada para o ponto de descarga.

     As bombas dispõem de impulsores cónicos tipo vortex, que estão protegidos de eventuais obstruções. Os selos das bombas podem trabalhar a seco sem sofrerem danos, durante alguns dias. 

     Todas as partes da bomba em contato com o efluente são construídas em aço inoxidável 304 L ou 316 L.

     Devido às características específicas destes impulsores e ao perfil hidráulico que permitem, o bombeamento  é mantido, adaptando-se automaticamente a vazão de chegada e às perdas de carga exigidas. Assim, evitam-se as situações de golpe de aríete, uma vez que os arranques são efetuados progressivamente.

     O modo de funcionamento do Sistema de Bombeamento em Linha favorece a passagem de materiais sólidos e fibrosos, sem causar entupimentos. O comando elétrico deste sistema é de simples utilização, conjugando a regulação hidráulica com a variação de velocidade.

     O Sistema de Bombeamento em Linha pode ser aplicado como elevatória de poço seco. Em um poço construído em fibra de vidro, concreto ou aço inox, o qual ficará ainda dotado de uma bomba de drenagem, que tem como função de manter o poço seco de aplicação do DIP de possíveis entrada de água de chuva ou outras ocorrências evitando o transbordamento do poço. 

     Uma outra vantagem do Sistema de Bombeamento em Linha, em relação às estações elevatórias onde são aplicadas bombas submersíveis consiste na não emissão de possíveis odores.

     Em relação a manutenção do Sistema de Bombeamento em Linha os trabalhos são reduzidos, uma vez que não é necessário realizar a elevação e limpeza de cestos de gradeamento e boias de nível. 
     Por outro lado, também não é necessário realizar a limpeza do poço de esgotamento.
     A operação destas infraestruturas dispensa uma visita diária. 

     No caso de haver alguma intervenção esta é mais rápida, uma vez que as bombas estão aplicadas em poço seco, não havendo problemas de contaminação biológica, nem contato direto com efluente e gorduras. Este trabalho é, deste modo, bastante mais limpo.

 

Sistema de Bombeamento Tradicional vs Bombeamento em Linha


 


Infraestrutura de instalação


     Para execução de uma estação de bombeamento, o Sistema de Bombeamento em Linha permite reduzir consideravelmente os custos de construção, apenas com uma obra bastante simplificada:

 

Ausência de poço úmido


     A infraestrutura civil de aplicação torna-se um local acessível que pode ser equipado com iluminação, escada e todos os acessórios que permitem ao pessoal de manutenção efetuar o trabalho com toda a segurança.
     O material deixa de estar sujeito à corrosão, tornando-se, deste modo, mais resistente e duradouro.